O Grupo Wanda renovou o contrato de patrocínio que mantém desde 2016 com a Federação Internacional de Basquete (Fiba) por mais 12 anos. Até 2031, o conglomerado chinês terá direitos de marketing nos Mundiais masculinos de 2023, 2027 e 2031, Mundiais femininos de 2022, 2026 e 2030, além dos torneios qualificatórios para os Mundiais, competições continentais e também a Copa do Mundo juvenil.

O contrato cobre direitos exclusivos de marketing em uma variedade de categorias, incluindo incorporação imobiliária, shopping centers, hotéis, agências de viagens, cinemas, produções de filmes, parques de diversões e parques temáticos. Ainda como parte da renovação, a Fiba se comprometeu a promover o desenvolvimento do basquete em todo o mundo e também a levar um número maior de competições internacionais de clubes para o território chinês. Vale lembrar que o país está recebendo, desde o último sábado (31), a 18ª edição do Mundial masculino de seleções.

Por último, as duas partes concordaram em continuar apoiando o basquete entre crianças e adolescentes na China por meio de programas de incentivo. A iniciativa "Little Champions", por exemplo, já existe desde que o primeiro contrato entre Fiba e Wanda foi assinado, há três anos.

Foto: Reprodução / Twitter (@DalianWanda)

"Hoje é um dia muito importante para a Fiba, pois é o dia de um marco histórico e a celebração desta extensão estratégica de parceria global com o Grupo Wanda. Esta extensão de 12 anos confirma que Wanda e Fiba, juntos, pensam a longo prazo e compartilham a mesma visão. Com este acordo, o grupo Wanda se torna um dos maiores parceiros da Fiba em seus 90 anos de história", comentou Andreas Zagklis, secretário geral da Fiba.

"Esta parceria estratégica entre o Grupo Wanda e a Fiba promoverá ainda mais o desenvolvimento do basquete em todo o mundo. A renovação também trará mais competições internacionais de basquete para a China, fortalecerá a posição do basquete como o esporte coletivo número um no país e contribuirá muito para o seu desenvolvimento", declarou Wang Jianlin, presidente do Grupo Wanda.

Para alegria dos chineses, a seleção do país estreou com vitória no Mundial masculino, ao derrotar a Costa do Marfim por 70 a 55. O Brasil também começou bem e venceu a Nova Zelândia por 102 a 94. A final do torneio está marcada para o próximo dia 15 de setembro.


Notícia Fiba Wanda patrocínio renovação marketing basquete mercado chinês mercado asiático estratégia gestão ações ativações