Santos, por causa de Neymar, deverá ser o primeiro a ser patrocinado

Santos, por causa de Neymar, deverá ser o primeiro a ser patrocinado

Daqui a seis meses, assinar patrocínios a times de futebol, com foco nas categorias de base. Esse é o plano traçado pela Volkswagen, que no fim da última semana apresentou aporte a Neymar, atacante do Santos e da seleção brasileira, também parceira da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em função da proximidade que ganhou com o clube alvinegro, a tendência é que ele seja um dos primeiros.

"Aqui no próprio Santos, naturalmente, por toda a discussão que envolveu o patrocínio a Neymar, nós já começamos a negociar, já temos um namoro, e é bem provável que dentro de muito pouco tempo a gente estabeleça essa parceria", revelou Herlander Zola, gerente de marketing da fabricante de veículos alemã, à Máquina do Esporte durante o evento montado para anunciar o negócio com o atacante.

A estratégia é encontrar algum modo de se vincular a clubes de futebol, cuja exposição será aumentada nos próximos anos por causa da Copa do Mundo em 2014 no Brasil, mas de maneira que a Volkswagen seja reconhecida pelo público como apoiadora do esporte em si. Por essa razão, as categorias de base foram identificadas pelos executivos da companhia como horizonte a ser seguido no futuro.

"Pelo fato de que apostando no futebol de base, nas categorias de base, certamente a Volkswagen iria contribuir para que outros Neymares apareçam em alguns anos no país. É nisso que queremos investir. Algo que, além de trazer benefício em termos de visibilidade, traga benefício ao criar algo que tenha relev"ncia social para o país, para as comunidades onde isso irá existir", acrescenta o gerente.

De acordo com ele, já há negociações em curso com várias equipes. Por ora, a única certa é o Santos. O tempo para que esses acordos comecem a surgir irá variar, com certeza, mas a expectativa é que sejam fechados nos próximos seis meses. O mercado de São Paulo desponta como mais interessante, por ser o mais atrativo para o setor automotivo, mas Zola garante que outras praças também interessam.

Caso consiga executar essa proposta, a Volkswagen irá se aproximar de certo modo do que já faz a Ambev. Em diversos clubes dos quais a cervejaria é patrocinadora, há investimentos direcionados a reformas na infraestrutura de cada um deles, e não verba repassada diretamente aos cofres. Gramados, dependências dos estádios, salas de imprensa, vestuários, entre outros, já foram modernizados dessa forma.


Notícia Futebol Nacional Santos Patrocínio Volkswagen