A Cia Athletica apresentou na última segunda-feira um novo modelo de negócios. A rede paulistana de academias lançou o projeto para a construção de uma unidade no interior do estádio do Morumbi, em São Paulo, com inauguração prevista para o primeiro trimestre de 2010. A iniciativa é baseada em dois atrativos básicos: o uso da pista de atletismo e a visão que o espaço proporciona do gramado. Situada no anel que compõe o Morumbi Concept Hall, a unidade da Cia Athletica oferece visão do campo do estádio. O local funcionará como camarote em dias de jogos e shows, e os alunos poderão assistir a esses eventos enquanto fazem seus exercícios. Além disso, a academia usará a pista de atletismo do Morumbi, que o São Paulo vai reformar. Com isso, oferecerá aos alunos a possibilidade de trabalhar o running em um ambiente pouco comum. ?Nós somos um grupo que sempre buscou inovações, e foi pensando nisso que acertamos essa parceria. Inicialmente, não tínhamos a ideia de criar uma academia com visão total do campo do Morumbi. Isso apareceu durante o processo, mas criou algo que pode ser um formato de negócios?, disse Marcos Nisti, diretor de marketing da Cia Athletica. Os executivos da academia têm comparado a iniciativa com outro lançamento da marca. A rede foi a primeira a criar uma unidade dentro de um shopping, também no Morumbi. Depois, levou cerca de cinco anos para replicar o modelo em outras regiões. ?A instalação de academias em estádios é um novo mercado, e nós ainda precisamos conhecer. Vamos ver o que acontece, mas esse modelo é importante?, afirmou Nisti. A grande diferença entre os shoppings e os estádios é que faltam arenas no país com espaço para setores comerciais. No total, a Cia Athletica investirá R$ 3,8 milhões para criar a unidade do estádio do Morumbi. A academia realizou um estudo de mercado na região, e esse levantamento mostrou que faltam centros de exercício de alto padrão ? 90% do público que frequenta a rede tem renda média superior a U$ 4 mil. Para trabalhar esse conceito de luxo, a Cia Athletica montou um modelo focado no running. A academia no interior do estádio terá 1500 metros quadrados, mas não contará com piscinas e disponibilizará apenas três salas para aulas. A grande atração, portanto, é a pista de atletismo. ?Acredito que ninguém mais no Brasil oferece isso. Os alunos vão poder treinar lá dentro?, encerrou Nisti.


Notícia Marketing