A Uefa anunciou nesta quinta-feira (6) o primeiro patrocinador da história do futebol feminino da entidade. O aporte da marca de tecnologia e serviços financeiros Visa surge após a Uefa ter decidido separar os direitos de patrocínio do futebol masculino e do feminino. A partir de agora, cada um dos lados terá de firmar acordos próprios com as marcas.

Como parte da parceria histórica que foi firmada até 2025, a empresa apoiará o futebol feminino europeu em todos os seus níveis. A Visa se tornará parceira principal da Liga dos Campeões feminina e da Eurocopa feminina, assim como dos torneios Sub-19 e Sub-17 femininos e do Campeonato Europeu feminino de Futsal.

Além disso, a empresa ainda apoiará a plataforma de marketing da Uefa, Together #WePlayStrong, que foi criada para incentivar mais meninas e mulheres a participar do esporte. A parceria permitirá à Visa fazer parte da campanha por meio de um branded content idealizado para alterar a imagem do futebol feminino na Europa.

Foto: Reprodução / Site (uefa.com)

Especialistas europeus acreditam que a mudança na questão dos aportes revolucionará o modelo tradicional de patrocínio esportivo da Uefa. Isso porque permitirá que o futebol feminino cresça e se desenvolva mais rapidamente graças ao aumento de oportunidades comerciais disponíveis.

"Isso não só ajudará a inspirar os fãs atuais do futebol feminino mas também garantirá que as futuras gerações se interessem pelo esporte. Estamos satisfeitos que a Visa compartilhe nossa visão de um futebol vibrante para mulheres, uma visão que deu um passo significativo adiante com a assinatura de nosso contrato de parceria", afirmou Guy-Laurent Epstein, diretor de marketing da Uefa.

"É um momento emocionante para o futebol feminino. Vinte e um milhões de meninas e mulheres praticam futebol em toda a Europa, e a Visa quer celebrar cada uma delas. Queremos inspirar, capacitar e deixar um legado para que possam seguir seus sonhos. Com a Uefa, pretendemos trazer o futebol feminino para o primeiro plano, porque na Visa acreditamos na aceitação em todos os lugares, do campo à sala de reuniões", declarou Charlotte Hogg, CEO da Visa para a Europa.

"O futebol feminino sempre teve um enorme valor para a sociedade em geral. A parceria com a Visa prova que o esporte realmente assumiu uma nova dimensão dentro do panorama comercial. Entramos numa nova era do futebol feminino em todos os níveis. O potencial é ilimitado", concluiu Nadine Kessler, diretora de futebol feminino da Uefa.

Vale lembrar que, entre os homens, um dos patrocinadores premium da Liga dos Campeões, principal torneio de clubes organizado pela Uefa, é justamente a Mastercard, maior concorrente da Visa no mercado.


Notícia Visa Uefa futebol feminino patrocínio marketing mercado estratégia meninas mulheres