O Vasco anunciou, nesta quinta-feira (20), o retorno da Kappa ao posto de fornecedora oficial de material esportivo do clube após 20 anos. A marca italiana foi patrocinadora técnica do time de São Januário entre 1995 e 2000, período em que o Vasco conquistou a única Libertadores da sua história, em 1998.

O anúncio do novo acordo foi feito por meio da "Vasco informa", nova plataforma do clube para informar os torcedores em primeira mão pelo WhatsApp. Não houve, no entanto, divulgação de nada além do acordo fechado. Pouco depois, a própria Kappa confirmou o retorno da parceria nas redes sociais.

Vale lembrar que a Kappa já era especulada no clube desde o início do ano, quando a diretoria vascaína divulgou a rescisão do contrato com a também italiana Diadora. À época, a justificativa foi de que o clube tinha um acordo ruim, já que precisava pagar pelos uniformes que utilizava e não tinha garantia mínima de faturamento. Como o contrato tinha multa rescisória decrescente, o Vasco esperou dois anos para encerrar o negócio, que tinha validade até dezembro deste ano.

O acordo com a Kappa entrará em vigor a partir de março. Até lá, o clube de São Januário permanecerá utilizando uniformes da Kappa. Pelo lado da marca, aliás, o acerto significa garantir o patrocínio de metade dos clubes grandes do Rio de Janeiro, já que a fabricante italiana fechou com o Botafogo em outubro do ano passado.

Com o novo acordo, o Vasco espera voltar aos tempos de glória da segunda metade dos anos 1990 e início dos anos 2000, quando, com a Kappa na camisa, conquistou, além da Libertadores em 1998, um Campeonato Carioca (1998), um Torneio Rio-São Paulo (1999), uma Copa Mercosul (2000) e duas vezes o Campeonato Brasileiro (1997 e 2000). 

Foto: Divulgação / Kappa


Notícia Vasco Kappa patrocínio uniformes camisas marketing mercado gestão