A Rai anunciou nesta quarta-feira (9) a renovação dos direitos televisivos domésticos da Copa da Itália (oficialmente Coppa Italia) pelos próximos três anos. A emissora estatal italiana pagará 35,5 milhões de euros por ano, totalizando 106 milhões de euros, um aumento expressivo de 60% no valor do contrato anterior.

De acordo com o jornal italiano La Repubblica, o grupo Mediaset era o grande concorrente da Rai, mas sua última oferta foi de “apenas” 31,1 milhões de euros por temporada, o que não foi suficiente para atrapalhar a renovação com a emissora estatal.

Foto: Reprodução

Com o novo contrato, a Rai garante mais três anos de Copa da Itália, além da Supercopa da Itália (Supercoppa), jogo único entre o campeão da Serie A (Campeonato Italiano) e o campeão da Copa da Itália. A partida sempre abre a temporada do futebol do país.

Vale lembrar que, em janeiro, a emissora estatal italiana já havia fechado um acordo de sublicenciamento com a Sky Sports para transmitir uma partida de algum clube italiano na Liga dos Campeões todas as quartas-feiras, além das semifinais e a final a partir da temporada 2018/2019.

O acordo com a Sky ainda engloba a transmissão da Supercopa da Uefa, jogo único entre o campeão da Liga dos Campeões e o campeão da Liga Europa, e partidas da seleção italiana, como as eliminatórias para a Euro 2020 e para a Copa do Mundo de 2022.

“A Coppa Italia, como mostrado pela excelente classificação das últimas edições, é um produto de televisão de alta qualidade e será adicionada à Liga dos Campeões da Uefa, que contará com quatro equipes italianas. Com a Coppa Italia, a Liga dos Campeões e a equipe nacional, a próxima temporada de futebol terá a Rai como protagonista absoluta, com uma programação muito rica de grande futebol no início da noite”, declarou Mario Orfeo, diretor geral da Rai.

A atual edição da Copa da Itália será decidida nesta quarta-feira (9), no Estádio Olímpico de Roma, no clássico entre Juventus e Milan.


Notícia Rai renovação transmissão Copa da Itália contrato mídia direitos