Michel Platini, presidente da Uefa, quer diminuir a janela de transferências de julho para diminuir as possibilidades do jogador ser contratado por dois clubes diferentes na mesma época. A informação é da ?Sky Sports?. ?Eu acho errado um jogador poder jogar por dois times em qualquer competição, marcando um gol por uma equipe em uma semana e marcando contra essa mesma equipe poucas semanas depois. Por isso, penso que devemos olhar para ambas as janelas, tanto para a abertura de verão quanto para a de inverno?, afirmou o dirigente à emissora. Um exemplo recente envolveu o zagueiro argentino Roberto Ayala. Com o fim de seu contrato com o Valencia, o jogador assinou com o Villareal. Porém, não chegou a fazer nenhuma partida com a camisa do clube, pois se transferiu, no mesmo mês, para o Zaragoza, outro time espanhol. Essa proposta pode entrar na pauta de discussão de um comitê estratégico da Uefa, que acontece ainda este ano. Atualmente, as janelas de julho, o verão europeu, duram dois meses, enquanto a de janeiro, no inverno do hemisfério Norte, fica aberta por apenas um mês.


Notícia Gestão