Pouco mais de um mês após o anúncio da criação da ePremier League, a EA Sports se uniu à Uefa para o lançamento da eChampions League, descrita pela empresa americana como uma “expansão crucial para a série global Fifa 19”, carro-chefe da desenvolvedora de jogos de videogame.

De acordo com a Uefa, o formato da eChampions League fará com que os competidores disputem partidas no console PlayStation 4 de forma on-line e global entre os dias 2 e 3 de março. Os 64 melhores colocados avançam para um evento de classificação também on-line que será disputado em 26 e 27 de abril.

Foto: Reprodução / Site (uefa.com)

Apenas os oito melhores do mundo terão o direito de chegar à fase decisiva, que será disputada em um espaço físico em Madrid, na Espanha. A final da competição de e-Sports será disputada no dia 31 de maio, um dia antes da final da Liga dos Campeões da Uefa, que será no Estádio Wanda Metropolitano, na capital espanhola, no dia 1º de junho. A ideia é que haja uma interação entre os amantes dos futebóis real e virtual durante o final de semana de decisões.

“O jogo Fifa, da EA Sports, cativa dezenas de milhões em todo o mundo, e nossa profunda integração com as muitas experiências dos videogames nos dá excelentes oportunidades para conectar a Liga dos Campeões da Uefa aos competidores. Vemos a eChampions como um passo importante e essencial para nos conectarmos ainda mais com os atuais e novos fãs da Liga dos Campeões real”, declarou Guy-Laurent Epstein, diretor de marketing da Uefa.

“A construção de uma autêntica competição da Liga dos Campeões foi o próximo passo lógico na continuação da expansão da EA Sports Fifa 19 Global Series para jogadores e espectadores. Nossos competidores apaixonados adoram a Liga dos Campeões da Uefa, e a eChampions cria uma oportunidade única para as superestrelas competitivas do jogo representarem seus clubes no torneio que representa o auge do futebol de clubes”, afirmou Brent Koning, comissário da EA Sports para o jogo Fifa 19.

A eChampions League distribuirá US$ 280 mil em premiações. O vencedor da competição embolsará US$ 100 mil e ainda ganhará 850 pontos no ranking da série global do Fifa 19 organizado pela EA Sports.


Notícia Uefa EA Sports Liga dos Campeões e-Sports eChampions League mídia videogame mercado marketing patrocínio