Após uma novela que parecia nunca ter fim, a Lega Serie A, entidade que organiza a primeira divisão do futebol italiano, definiu nesta quinta-feira (14) quem vai cobrir o campeonato nacional nas próximas três temporadas. Os direitos serão da Sky, na TV, e do DAZN, plataforma de streaming do grupo Perform.

Foto: Reprodução

De acordo com o presidente da Lega Serie A, Gaetano Micciche, os contratos valem mais de 973 milhões de euros por temporada nos próximos três anos. O valor, no entanto, pode subir mais de 100 milhões de euros a cada ano com base em resultados obtidos por Sky e DAZN nos quesitos assinaturas dos espectadores e receitas com patrocinadores.

Com a decisão, a temporada 2018/2019 será a primeira da história da competição a ter os direitos exclusivos de streaming atrelados a uma mídia. O DAZN, que já estava disponível na Alemanha, Áustria, Suíça, Japão e Canadá e agora chega à Itália, poderá transmitir 114 partidas por temporada, o que dá um número substancial de 342 partidas em três anos.

O pacote do DAZN incluirá a partida de sábado às 20h30, e os jogos aos domingos às 12h30 e às 15h, além de três jogos exclusivos para cada rodada de jogos no meio da semana. A plataforma também mostrará os destaques de todos os jogos.

Os jogos do DAZN estarão disponíveis em Smart TVs, computadores, smartphones, tablets e consoles de jogos, com assinaturas ao preço de 9,99 euros por mês. O grupo Perform garantiu que qualquer um terá direito a um teste gratuito de um mês do serviço.

O acordo no futebol italiano é mais um passo da estratégia do grupo Perform de fazer do DAZN um grande canal de transmissão de conteúdo esportivo. No mês passado, o DAZN comprou os direitos de transmissão das principais lutas mundiais de boxe para os EUA pelos próximos oito anos por US$ 1 bilhão. A plataforma também já tem a Liga dos Campeões para a Alemanha, por exemplo.

“O comportamento do consumidor foi transformado pela tecnologia, com o streaming se tornando a nova norma para a visualização de conteúdo. O DAZN se adapta às novas necessidades dos fãs de esportes de hoje. Desde o lançamento há quase dois anos, nós interrompemos a indústria em vários mercados, à medida que mudamos a forma como o mundo vê o esporte”, afirmou o CEO do DAZN, James Rushton.

Por sua vez, a Sky terá cobertura exclusiva em 266 jogos por temporada, resultando em 798 jogos ao longo dos três anos de contrato.

Vale lembrar que Sky e DAZN foram os compradores dos direitos após um imbróglio envolvendo a Mediapro, que havia adquirido os pacotes em fevereiro. O contrato com a gigante de mídia espanhola foi cancelado após a empresa não demonstrar as garantias bancárias necessárias.


Notícia Serie A Itália mídia mercado Sky DAZN perform streaming Mediapro