A americana Serena Williams fechou mais um acordo de patrocínio. A maior tenista da história será garota-propaganda do aplicativo de encontros Bumble, concorrente do Tinder, mas que dá o poder da escolha da paquera apenas para as mulheres.

E é justamente esse diferencial da concorrência que será explorado na relação com a tenista, que terá início com uma campanha durante o intervalo do Super Bowl, a grande decisão do futebol americano, no próximo dia 3 de fevereiro.

Serena será a protagonista da campanha que tem como mote a expressão "a bola está em jogo". A tenista participou da elaboração do conceito criativo da campanha, que ainda não se sabe se irá também para a televisão ou se será espalhada pelas redes sociais.

"Nós queremos fazer barulho. E esse é o melhor lugar que existe para isso (a transmissão do Super Bowl)", disse a tenista à agência de notícias Reuters.

No vídeo da campanha, Serena, diz que "a sociedade sempre nos disse para ficarmos sentada e não tomarmos a iniciativa. Nós queremos mudar isso. Queremos mostrar para as pessoas que não temos medos, que estamos preparadas para levantarmos".

Serena Williams foi contratada para reforçar força feminina em app de encontros (Foto: Divulgação)

A americana tem se notabilizado por assumir causas em favor do empoderamento das mulheres. No ano passado ela entrou em conflito com a direção do torneio de Roland Garros por vetarem o uso de calça legging a partir de 2019 como ela fez durante a competição de 2018. Ela justificou o uso por razões médicas, já que estava voltando a jogar após ter tido uma filha e ainda tinha problemas circulatórios.

Em dezembro, a Associação Feminina de Tênis (WTA), porém, deu o ganho a Serena. Agora, as tenistas poderão usar calças durante os jogos. Além disso, as mamães terão direito a três anos de "preservação" da posição no ranking para terem tempo de voltar à ativa com calma.


Notícia Marketing Patrocínio Serena Williams Tinder Bumble