Griezman festeja gol do Atlético de Madrid contra o Barcelona

Contar com um dos maiores faturamentos entre os clubes de futebol não é garantia nenhuma de atingir as semifinais da Liga dos Campeões, como pôde ser exemplificado com a definição dos top 4 desta temporada, após a classificação de Bayern de Munique e Atlético de Madrid nesta quarta-feira.

Entre os semifinalistas, o Real Madrid é o primo rico. O time, que eliminou o Wolfsburg nas quartas de final com uma vitória por 3 a 0 na última terça-feira, ocupa a liderança do ranking de clubes mais ricos, segundo a Deloitte. Na última temporada, o time madrilense faturou € 577 milhões segundo o último relatório da consultoria, referente à temporada 2014/2015.

Já os demais clubes no top 4 em faturamento não conseguiram avançar a essa fase da principal competição de clubes europeus. O Manchester United, terceiro colocado com € 519,5 milhões, sequer se classificou para disputar o torneio. O clube inglês viu sua arrecadação crescer por conta dos novos contratos com Chevrolet (patrocínio máster) e Adidas (fornecedora de material esportivo).

Também integrantes desse grupo, Barcelona (vice-líder, com € 560,8 milhões) e PSG (quarto lugar, com € 480,8 milhões) bateram na trave, sendo eliminados, respectivamente, pelas surpresas das quartas de final: Atlético de Madrid e Manchester City.

O clube da capital espanhola é o primo pobre entre os semifinalistas. Ainda assim, faturou € 187,1 milhões em 2014/2015, ocupando a 15ª posição.

o Manchester City é o novo rico da turma. A equipe faturou € 463,5 milhões na temporada passada, ocupando a sexta posição no mundo. E, pela primeira vez, atingiu essa fase do torneio, o que pode ser rentável ao clube.

Os semifinalistas são completados pelo Bayern de Munique, atual campeão alemão. O clube da Baviera é o quinto que mais arrecada no mundo. Na classificação da Deloitte, a equipe do técnico Pep Guardiola ganhou € 474 milhões no último balanço fiscal. 


Notícia Real Madrid Liga dos Campeões Faturamento Real Madrid Manchester City Atlético de Madrid Bayern de Munique