Em grave crise financeira, o Botafogo tem atrasado o pagamento de salários aos funcionários e atletas do clube. Como forma de se posicionar diante da situação, os jogadores botafoguenses decidiram realizar um protesto que afeta diretamente os patrocinadores do clube. A partir de agora, os jogadores não darão mais entrevistas em áreas que tenham exposição dos parceiros do time e, ainda, não participarão de qualquer iniciativa de marketing feita pelo Botafogo.

"Hoje, nosso movimento passa só pelo nosso foco: trabalho dentro de campo. Na última vez, vocês (jornalistas) foram incluídos no nosso movimento (os atletas não deram mais entrevistas). Hoje, vocês vão continuar a fazer parte do nosso dia a dia. Só vão ficar de fora todas as ações de marketing. Aqui se trabalha, se trabalha forte e muito sério. Nosso grupo é muito competitivo, e isso nunca vai deixar de existir, nunca, seja qual for a situação do clube", disse Joel Carli, zagueiro e capitão do time.

Joel Carli dá entrevista e explica boicote (Foto: Reprodução)

Os atletas estão há dois meses sem receber o salário em carteira e com outros três meses de vencimentos de direitos de imagem atrasados. Em julho, os jogadores já haviam protestado deixando de dar entrevistas. Agora, como a situação afeta também os funcionários do clube, a decisão foi de reduzir a exposição dos patrocinadores para exigir mais empenho da diretoria em resolver a situação.

O Botafogo tenta, em meio à crise, aprovar o plano de recuperação do clube com a criação de uma empresa para gerenciar o futebol. Ela seria bancada por um fundo de investimentos criado por botafoguenses milionários e que assumiriam o controle da instituição adotando uma gestão profissional. Atualmente, a equipe carioca consegue fechar as contas por meio de investimentos feitos por alguns torcedores.

LEIA MAIS: Botafogo inicia processo de venda a fundo de investimentos

LEIA MAIS: Com Botafogo, clube-empresa ganha força em Brasília

LEIA MAIS: Análise: Botafogo pode ser o Chelsea brasileiro

Dentro de campo, o Botafogo ocupa a 10ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (8), o time receberá o Atlético-MG, no Engenhão, em jogo válido pela 18ª rodada da competição.


Notícia Botafogo boicote marketing patrocinadores estratégia gestão salários atrasados finanças protesto