Foto: Reprodução / Twitter (@realmadrid)

A audiência da Globo com a Liga dos Campeões nesta terça-feira (6) caiu bastante em relação ao resultado obtido há três semanas. Apesar de decisiva e válida para classificação para as quartas de final, o duelo entre Paris Saint-Germain e Real Madrid foi atrapalhada por duas ausências: Neymar e o horário de verão.

Em São Paulo, a partida alcançou apenas 19 pontos de média de audiência, com 35% de participação dos televisores ligados. No Rio de Janeiro, os números foram um pouco melhores, com 23 pontos e 44% de participação.

No jogo de ida, no dia 14 de fevereiro, com Neymar em campo e ainda com o horário de verão em funcionamento, a Globo teve 25 pontos de média e 37% de participação em São Paulo, e 28 pontos com 46% de participação no Rio de Janeiro.

A ausência de Neymar, maior jogador brasileiro na atualidade e que passou por cirurgia, impediu o esperado confronto decisivo com Cristiano Ronaldo, o que parece ter tirado um pouco do interesse dos fãs brasileiros pela partida, que terminou com vitória do Real Madrid por 2 a 1.

Além disso, o término do horário de verão colocou a partida para ter início às 16h45, horário de Brasília. No jogo de ida, a bola rolou às 17h45, horário em que muitas pessoas já chegaram em casa vindas do trabalho e que costuma dar mais audiência de um modo geral.

Apesar dos números abaixo em comparação ao duelo de ida, a partida deu mais audiência do que a Globo costuma ter em semanas típicas, com Vale a Pena Ver de Novo e Malhação na programação. Com relação à última terça-feira à tarde, por exemplo, o jogo fez a média subir três pontos, tanto em São Paulo como no Rio de Janeiro.

Segundo a medição do Ibope, cada ponto de audiência equivale a 71.855 residências (ou 201.061 pessoas) na Grande São Paulo. No Rio de Janeiro e região metropolitana, cada ponto é equivalente a 45.253 residências (ou 118.472 telespectadores).


Notícia Liga dos Campeões Real Madrid Paris Saint-Germain audiência Globo Neymar horário de verão