A decisão do Grupo Turner de encerrar os canais Esporte Interativo na TV obrigará a empresa a negociar parcerias para assegurar a transmissão de duas competições que estão em andamento e que eram um dos diferenciais da grade de programação do EI por se tratar de torneios menos badalados. 

A direção do canal tenta buscar parceiros para poder transmitir as finais da Série C do Campeonato Brasileiro e, também, do Brasileirão de Aspirantes. As duas competições vão acabar depois do desligamento do sinal do EI, previsto para daqui a 40 dias, segundo o comunicado divulgado pela Turner nesta quinta-feira (9).

Foto: Reprodução

A princípio, as partidas das duas competições não serão retransmitidas pelos canais TNT e Space, como acontecerá com a Liga dos Campeões da Uefa e com os times com os quais o EI havia firmado contrato para o Brasileirão da Série A.

Segundo apurou a Máquina do Esporte, a direção da Turner esperava o anúncio do fim dos canais para poder abrir negociação com outras empresas de mídia para serem parceiras na transmissão. O modelo poderia ser similar ao adotado na Copa do Nordeste, em que o SBT transmitiu algumas partidas da competição.

O futuro dos torneios que foram praticamente criados pelo Esporte Interativo é o que gera maior dúvida no mercado, principalmente com os clubes que conseguem ter exposição de marca graças às transmissões do canal. 

No comunicado divulgado à imprensa sobre o encerramento dos canais, a Turner afirmou que apenas a Liga dos Campeões e o Brasileirão serão exibidos pela TNT e pelo Space. Os demais torneios não teriam mais a cobertura da emissora.

Os clubes que jogam a Copa do Nordeste, principal produto do EI, realizam nesta sexta-feira (10) uma reunião, que já estava previamente agendada, mas que agora terá como objetivo debater o futuro da competição sem a presença de seu criador.

O torneio, que se tornou o maior da região na fase em que o EI lançou um canal fechado exclusivo para esse mercado, perdeu neste ano a participação da Globo, mas ganhou o apoio do SBT. Agora, não está descartada até mesmo uma conversa com a emissora carioca, que poderia abraçar o torneio num novo formato e com todas as suas mídias como detentoras exclusivas dos direitos de transmissão.

As definições devem começar a acontecer nas próximas semanas, depois que o EI retomar as atividades regulares, impulsionando as transmissões no meio digital e na criação da faixa dedicada a esporte nos canais de variedades da Turner.

Leia Mais: Esporte Interativo deixa a TV e ficará só no digital

Leia Mais: As cinco razões para o fim do Esporte Interativo na TV

Leia Mais: Cronologia: relembre a história do Esporte Interativo

Leia Mais: Análise: Não há mercado para tanto esporte na TV

Leia Mais: Nova fase reforça soberania digital do Esporte Interativo

Leia Mais: Bahia diz que vai romper contrato com fim de canal


Notícia Esporte Interativo EI Série C Aspirantes Copa do Nordeste Liga dos Campeões Brasileirão mídia mercado gestão TNT Space Turner