Seara patrocina Osasco desde o início de 2012

Seara patrocina Osasco desde o início de 2012

“Você deve imaginar a quantidade de ofertas de patrocínios que nós recebemos. Oportunidades aparecem em todos os dias”. A constatação de Antonio Zambelli, diretor de marketing da Seara, torna ainda mais curiosa a discrep"ncia entre os contratos de patrocínio mantidos pela marca do grupo Marfrig. Parceira da Copa do Mundo de 2014, da seleção brasileira e do Santos, a empresa investe também no Criciúma, que está na segunda divisão do futebol nacional, e no Grêmio Esportivo Osasco, que conseguiu neste ano o acesso para a Série A2 do Campeonato Paulista.

Os contratos com Criciúma e Grêmio Esportivo Osasco têm patamares diferentes, evidentemente, mas são igualmente estratégicos para o grupo Marfrig. A companhia usa essas parcerias para extrair métricas de mercado e balizar outros negócios.

“São dois parceiros muito importantes para nós. Trabalhamos a imagem da empresa, temos interesses locais e usamos esses contratos para tirar uma série de métricas relevantes”, ratificou Zambelli.

A decisão de turbinar investimentos no futebol brasileiro foi tomada em 2010. Naquela temporada, o grupo Marfrig fechou com a seleção nacional, com o Santos e com a Copa do Mundo.

O contrato com a competição internacional incluiu as edições de 2010 (África do Sul) e 2014 (Brasil). Com a seleção brasileira, a associação do grupo Marfrig é ainda mais longeva: foi renovada até 2026, com investimento de R$ 27 milhões por temporada.

O investimento no Criciúma também começou em 2010, e a parceria mais nova que a Seara assinou foi o negócio com o Grêmio Osasco. O negócio foi fechado no primeiro semestre deste ano.

“Não pretendemos aumentar essa lista, não. Decidimos investir no futebol, buscamos parceiros estratégicos e fechamos negócios que consideramos positivos. Até 2014, vamos investir fortemente no tripé formado por Santos, seleção e Copa do Mundo”, encerrou o diretor.


Notícia Futebol Nacional Marketing Seara