Assim como o Atlético-MG, o São Paulo decidiu usar as redes sociais neste dia 20 de novembro, data em que se comemora o Dia da Consciência Negra, para fazer um apelo no combate ao racismo. Para isso, o clube paulista utilizou diversos atletas negros e pardos de seu elenco atual, como Arboleda, Bruno Alves, Helinho, Jucilei, Léo, Tchê Tchê e Toró, entre outros.

No vídeo, o São Paulo lembrou de casos passados, inclusive recentes, ocorridos com jogadores brasileiros como Dentinho, Grafite (este jogando pelo próprio time paulista), Hulk, Roberto Carlos, Taison e Tinga, jogadoras como Formiga e Ludmila, e até atletas estrangeiros como Balotelli.

Foto: Reprodução / YouTube (São Paulo FC / SPFCTV)

A repercussão do vídeo está sendo grande entre os torcedores. Até Taison, que defendeu a seleção brasileira na última Copa do Mundo e foi ofendido durante jogo do seu clube, o Shakhtar Donestk, contra o Dinamo de Kiev, pelo Campeonato Ucraniano, respondeu ao Tricolor paulista no Instagram, agradecendo a campanha. "Seguimos Juntos!! Obrigado São Paulo FC!!", escreveu o jogador.

O vídeo publicado pelo São Paulo ainda divulga dados oficiais que apontam como os negros são desfavorecidos no Brasil, pede reflexão e respeito, e termina com a frase "O São Paulo se importa". Assista ao vídeo abaixo:


Notícia São Paulo Dia da Consciência Negra combate racismo vídeo redes sociais gestão estratégia