O São Paulo e a Adidas quebraram um costume do futebol brasileiro de não fazer a estreia de um novo uniforme antes de um jogo importante. O time jogou com uma inédita camisa 2 neste domingo (21), na partida contra o Corinthians, pela decisão do Campeonato Paulista.

O costume de poupar a estreia em grandes eventos está na suposta superstição do torcedor. Se a camisa perder, ela dá azar. São Paulo e Adidas deixaram a questão em segundo plano e apostaram na grande exposição da partida decisiva.

Foto: Reprodução / Twitter (@SaoPauloFC)

Por trás da estratégia, estava o plano de vender mais na empolgação pelo título, o que não acontecerá; o São Paulo perdeu o jogo e viu a taça ficar com o Corinthians. A Adidas abrirá venda oficialmente nesta segunda-feira (22), um dia após a decisão do Paulistão. A camisa custará R$ 249, tanto para a versão masculina quanto para a feminina.

"É uma satisfação trazer um novo uniforme tão inovador para a torcida são-paulina, especialmente neste momento de decisão que vivemos", comentou, em nota, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva.

Os principais destaques da camisa fazem referência à própria Adidas, fornecedora de material do time paulista. As listras pretas têm efeito em dégradé, que remetem à bola Telstar 18, usada na última Copa do Mundo, na Rússia.

Além disso, o novo uniforme volta a colocar as três listras da empresa nos ombros da camisa. Atualmente, a vestimenta branca tem a região lisa, sem a marca da companhia alemã.


Notícia São Paulo Adidas camisa marketing patrocínio mercado exposição visibilidade regra quebra estratégia