Time do São Paulo posa com uniforme especial

O leilão realizado pelo São Paulo, em parceria com a Superbid, das 46 camisas usadas na goleada sobre o Santa Cruz, pela última rodada do Brasileirão, arrecadou R$ 148.575. O montante será destinado às famílias das vítimas do acidente do voo da Chapecoense, que caiu próximo à Medellín, na Colômbia.

Na despedida do campeonato, o time do Morumbi usou camisas com o escudo da Chapecoense, que também levavam os nomes dos atletas da equipe catarinense. Um dos homenageados foi o lateral-direito Mateus Caramelo, que era atleta do São Paulo e estava emprestado ao time. Cléber Santana, capitão da Chape, também atuou pelo time paulista em 2010.

Por iniciativa do clube, o uniforme não teve patrocinadores. A ação foi encampada pelos parceiros do São Paulo: Under Armour, Prevent Senior, Corr Plastik, Fiap, Joli, Poty e TIM.

Com patches lembrando as 71 vítimas do acidente e a hashtag #ForçaChape, as 46 camisas feitas para o jogo foram a leilão, com toda a renda revertida para um fundo de apoio às famílias dos passageiros - inclusive a doação pela Superbid dos 5% usualmente repassados ao leiloeiro.


Notícia São Paulo São Paulo Leilão Chapecoense