O Santos fechou um acordo de licenciamento para vender duas camisas do clube alusivas à conquista do bicampeonato da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes, nos anos de 1962 e 1963. O acordo com a empresa Retrô Mania fará com que parte da venda do uniforme seja destinada ao Santos.

O licenciamento dos modelos de camisa antigos é algo que raramente os clubes têm permissão de fazer por conta dos contratos com os atuais fornecedores. No caso santista, o negócio foi fechado com a Retrô Mania por meio da agência License Solutions, que atua no mercado esportivo.

Foto: Divulgação

"Nosso propósito, enquanto empresa, é facilitar, através do uso da tecnologia, a realização de novos negócios no segmento de licenciamento de produtos no mercado brasileiro. Buscamos proporcionar um ambiente que favoreça o desenvolvimento de novas iniciativas e o lançamento de produtos diferenciados, como essa parceria", afirmou Bruno Koerich de Paula, CEO da License Solutions.

LEIA MAIS: Santos fecha com Braziline como parceira de licenciamento

O contrato prevê a venda de dois modelos de camisa. Uma inteira branca e outra listrada em branco e preto. As duas versões do uniforme foram usadas pelo Santos nas conquistas de 62 e 63. O time que marcou a Era Pelé no clube tinha também craques como Pepe, Dorval, Mengálvio e Coutinho.

A camisa é feita em tecido 100% algodão e tem, além do símbolo do Santos, o patch da Copa Libertadores. Em versões masculina, feminina e infantil, as camisas já estão sendo comercializadas com valores que variam entre R$ 139,90 e R$ 159,90.


Notícia Santos Retrô Mania License Solutions camisa retrô marketing mercado licenciamento produto Pelé