O Corinthians não será mais patrocinado pela Samsung na próxima temporada. De acordo com um comunicado divulgado pela assessoria de imprensa da empresa, o clube não aceitou a diminuição do valor a ser recebido. No contrato entre as duas partes constava uma cláusula que previa uma renegociação do acordo caso a equipe não disputasse a Série A do Campeonato Brasileiro. O vínculo tinha duração até dezembro de 2008. A parceria da fabricante coreana de eletroeletrônicos e o Corinthians teve início no segundo semestre de 2005 e, desde então, previa a variação do valor pago conforme a performance da equipe. Em caso de títulos e vaga na Libertadores, como aconteceu naquele ano, o clube receberia um bônus. No entanto, a Samsung informou, por meio de nota, que mesmo com a diminuição do valor a ser pago, a empresa tinha interesse em prorrogar o contrato até o final de 2009, o que demonstraria confiança no trabalho da diretoria. Essa proposta, no entanto, não agradou os dirigentes. Na semana que sucedeu o rebaixamento, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, deu declarações nas quais já se mostrava insatisfeito com os valores pagos por Samsung e Nike, principais patrocinadores da equipe. O contrato com a Samsung foi renovado no mês de outubro e a fabricante pagaria U$ 9 milhões (R$ 16,3 milhões) até o final de 2008. Agora, o clube paulista inicia a busca por patrocinadores. A última vez que o Corinthians ficou sem uma marca em sua camisa foi em 2005, quando o fundo de investimentos MSI rescindiu o contrato com a Pepsi.


Notícia Corinthians Patrocínio