A Adidas precisou pedir desculpas à Federação Russa de Futebol e aceitou a decisão da entidade de se recusar a jogar com o novo uniforme da equipe, apresentado esta semana e que entraria em campo com a Rússia na disputa das eliminatórias da Euro 2020.

Na quarta-feira (13), a Rússia divulgou que não usaria as novas peças porque as mangas da camisa levavam as cores da bandeira russa invertidas. A ordem colocada no uniforme era uma faixa branca, seguida de uma azul e outra vermelha. A bandeira do país segue as cores vermelha, azul e branca.

“Nos próximos jogos, a Seleção Nacional continuará a usar o equipamento com o qual iniciou o qualificatório para a Euro”, afirmou em comunicado a Federação Russa de Futebol.

A polêmica fez com que a Adidas precisasse, na manhã desta quinta-feira (14), emitir um pedido público de desculpas para os russos. E aceitar o prejuízo...

Os novos uniformes confeccionados pela marca para suas seleções têm, na manga, detalhes que remetem às cores dos países. A camisa da Alemanha, por exemplo, leva as cores amarela, vermelha e preta, seguindo a ordem de seu símbolo.


Notícia Marketing Gestão Adidas Rússia Alemanha