Aos 38 anos, Roger Federer segue fazendo história dentro de fora das quadras de tênis. Em 2019, o suíço começou o ano com o 100º título de sua carreira e terminará com uma homenagem do próprio governo de seu país, mais especificamente da Casa da Moeda.

O tenista será a primeira pessoa nascida na Suíça a ter o rosto estampado em moedas comemorativas em vida. Federer estará em moedas de 20 e 50 francos suíços, fabricadas em prata e ouro, respectivamente. Para justificar a escolha, o governo suíço afirmou que o jogador "é provavelmente o desportista individual com mais sucesso na Suíça e é também o embaixador perfeito".

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Thank you Switzerland🇨🇭and Swissmint for this incredible honour and privilege. 🙏 #dankeschweiz #mercilasuisse #graziesvizzera #GraziaSvizra

Uma publicação compartilhada por Roger Federer (@rogerfederer) em 2 de Dez, 2019 às 2:05 PST

O lançamento da primeira moeda comemorativa, a de 20 francos suíços, está previsto para 23 de janeiro de 2020, em uma edição inicial de 55 mil unidades. Mais tarde, em maio, haverá o lançamento da moeda de 50 francos suíços, que não teve a quantidade divulgada.

Ao se aproximar do final da carreira, Federer vai cada vez mais criando laços com o país em que nasceu. No final de outubro, venceu pela décima vez o ATP de Basel (Basileia), chorou e falou sobre todo o amor que tem pela Suíça. Além disso, fora de quadra, é patrocinado e serve como embaixador de marcas suíças como Lindt e Credit Suisse. Na semana passada, também se tornou embaixador global e acionista da On Running, marca especializada em tênis de corrida que tem sua sede em Zurique.

Foto: Reprodução / Instagram (@rogerfederer)


Notícia Roger Federer homenagem moeda franco suíço mercado