De olho no crescimento do mercado de fitness, a Reebok traçou uma estratégia ousada. A empresa pretende atingir a marca de 128 lojas na América Latina, sendo 98 apenas no Brasil, em um prazo de cinco anos. Atualmente, a Reebok Fitness conta com 25 pontos de venda no país, o que gera 11 novos empregados diretos e um faturamento mínimo de R$ 150 mil, com lucros de 12% para os novos investidores, segundo dados da empresa. Para expandir os negócios, o principal alvo da empresa está na captação de novos franqueados. Os interessados no negócio fazem um investimento de R$ 220 mil e, após um treinamento, recebem a loja pronta e com todos os equipamentos, sendo que a Reebok fica com 12% do faturamento bruto (10% de royalties e 2% como taxa de propaganda). As cidades onde a seleção por novos franqueados acontece serão São Paulo (ABC, Paulista, Sorocaba, Santos e São José dos Campos, além da capital), Rio de Janeiro, Vitória (ES), Recife (PE) e Natal (RN). E, para a escolha desses municípios, foi feito um estudo com diversos fatores para o sucesso da nova franquia na região. O mercado fitness está em grande ascensão, como mostram pesquisas recentes. Só no Brasil, esse setor movimenta R$ 500 milhões e, no ano passado, a Reebok Fitness teve um crescimento de 70% nas vendas em relação a 2006. De acordo com Fernando Gabas, presidente da Reebok Fitness no Brasil, esse projeto de implementação de redes de fitness no país pode trazer outros investimentos para as regiões. Nem mesmo o crescimento dessa área no ramo imobiliário é uma preocupação. ?O novo franqueado contará com toda a estrutura necessária para atender localmente o mercado imobiliário, com a execução de projetos completos de Fitness Center?, disse Gabas.


Notícia Gestão