No último sábado (12), o assunto que tomou as telas de televisão e sites espalhados pelo mundo foi o feito do queniano Eliud Kipchoge, que se tornou o primeiro homem da história a correr uma Maratona em menos de 2 horas. No total, a tentativa e concretização da quebra do recorde atraiu mais de 500 milhões de espectadores.

No final de setembro, a Máquina do Esporte revelou que a prova realizada em Viena seria transmitida pelo YouTube, e a plataforma especializada em vídeos fez sucesso no evento. O "Ineos 1:59 Challenge" teve 4,9 milhões de visualizações por lá até o momento, e o número tende a crescer, já que muitas pessoas estão acessando a página para assistir reprises.

Foto: Reprodução / Twitter (@INEOS159)

Pelo mundo, 49 canais de televisão transmitiram o recorde para mais de 200 territórios espalhados por todos os cantos do planeta. Entre as mais conhecidas estiveram NBC (EUA), BBC (Reino Unido), L'Equipe e Canal + (França), Teledeporte (Espanha) e Mediaset (Itália), além da rede esportiva internacional Eurosport.

Por último, os próprios canais oficiais de mídia social do desafio ainda atraíram 39,8 milhões de visualizações de vídeo. No dia da prova, o assunto ocupou cinco dos sete principais tópicos no Twitter, incluindo as hashtags #INEOS159 e #NoHumanIsLimited.

Para alegria de tanta gente acompanhando via mídia e ainda dos 120 mil espectadores presentes nas ruas da capital austríaca, Kipchoge conseguiu o feito proposto e fechou a Maratona em 1h59min40s, 20 segundos abaixo do tempo que tinha como meta. O recorde foi amplamente divulgado pela mídia internacional, deixou milhões de corredores de rua emocionados, mas não foi oficialmente homologado por não se tratar de uma competição oficial da Federação Internacional de Atletismo.

"Era nossa responsabilidade cuidar do lado do engajamento e garantir que cumpriríamos o sonho de Kipchoge de inspirar o mundo e deixar um legado que nenhum ser humano é limitado. Os números iniciais provenientes da cobertura deste fim de semana são simplesmente surpreendentes e não há sinais de que a cobertura esteja diminuindo. Levará muito tempo para que o impacto desse evento seja totalmente absorvido, e estamos muito satisfeitos", afirmou Jo Grindley, diretor de marketing do Ineos 1:59 Challenge.


Notícia Eliud Kipchoge Ineos 1:59 Challenge Ineos YouTube mídia transmissão recorde desafio audiência Maratona