O Real Madrid ainda sonha com a reforma do estádio Santigo Bernabéu, mas as obras estão interrompidas. Segundo o jornal “El Confidencial”, o clube espanhol perdeu o investidor da nova arena, a International Petroleum Investment Company.

A princípio, a empresa, que detém a petrolífera Cepsa, iria arcar com os naming rights do futuro estádio, com valor avaliado em 400 milhões de euros, cerca de R$ 1,5 bilhão. A quantia seria usada para tocar as obras.

A empresa teria mudado de ideia por causa das mudanças de projeto que o Real Madrid teve que fazer desde a assinatura do acordo. O clube teve que se adequar a exigências da prefeitura da capital espanhola.


Notícia Real Madrid Santiago Bernabeu Naming Righs