O contrato entre Real Madrid e Adidas, assinado na temporada 2011/2012, terminará ao final da temporada 2019/2020. Por ser um dos mais antigos dentre os grandes clubes europeus, o acordo já está bastante defasado em termos de valores e, por isso, deve ser renovado por uma quantia recorde. De acordo com o jornal espanhol AS, a marca alemã deverá pagar algo em torno de € 100 milhões ao ano para o clube espanhol a partir da metade do ano que vem.

Foto: Reprodução / Twitter (@realmadrid)

Para se ter uma ideia, o Real Madrid recebe cerca de € 40 milhões da patrocinadora atualmente. Se o valor for comparado ao que a própria Adidas paga ao Manchester United, fica clara a discrepância. Em um contrato de dez anos, a marca injeta £ 75 milhões (€ 87 milhões) ao ano no clube inglês, mais do que o dobro do que é colocado no clube espanhol.

Outra comparação pode ser feita com o contrato recém-assinado pelo Manchester City com a Puma. A partir da próxima temporada, a marca estampará a camisa dos Cityzens em um acordo de 10 anos avaliado em £ 650 milhões (€ 754 milhões), ou seja, £ 65 milhões (€ 75,4 milhões) ao ano.

Caso o valor de € 100 milhões ao ano se confirme, assim como a possibilidade de um contrato de dez anos que tem sido o padrão entre os grandes europeus, o Real Madrid embolsaria nada menos do que € 1 bilhão apenas com a Adidas até o final da temporada 2029/2030.

LEIA MAIS: PSG quer triplicar valor com Nike para segurar Neymar e Mbappé

Há especulações de que a marca alemã quer diminuir esse valor para € 70 milhões ao ano com mais uma quantia variável. O clube espanhol, no entanto, exige os € 100 milhões anuais e ainda pensa em € 50 milhões adicionais em variáveis baseadas nas vendas de mercadorias da Adidas.

De acordo com a imprensa espanhola, o Real Madrid vem ganhando a queda de braço até o momento, apesar de uma temporada 2018/2019 considerada catastrófica. Dessa forma, a renovação deve sair nas próximas semanas.


Notícia Real Madrid Adidas patrocínio renovação marketing mercado