Menos de 20 dias após garantir um contrato recorde com o Manchester City, a Puma obteve outra vitória nos bastidores do futebol europeu. De novo, inclusive, sobre a Nike. Dessa vez, a marca alemã substituirá a fabricante americana como fornecedora da bola oficial da LaLiga.

Foto: Reprodução

Segundo a imprensa espanhola, o acordo entrará em vigor já na próxima temporada e terá duração de três anos, terminando, portanto, ao final da temporada 2021/2022. A Puma pagará € 5 milhões pelos direitos de marca.

Ainda de acordo com os principais veículos especializados da Espanha, a mudança se deve a uma insatisfação da LaLiga. A principal reclamação seria de que a Nike estaria oferecendo ao campeonato espanhol uma bola semelhante demais às fornecidas à Premier League inglesa e à Serie a italiana.

Nos bastidores, Javier Tebas, presidente da LaLiga, já teria dito que esperava que a marca americana produzisse uma bola que fosse exclusiva e globalmente reconhecível em comparação com as outras principais ligas europeias. O acordo entre LaLiga e Nike já durava 23 anos.

Com o novo acordo, a Puma dá mais um passo na estratégia de crescer no futebol. Além de ter assinado com o Manchester City, que faz parte de um grupo que também contém o Girona, da LaLiga, a marca alemã mantém conversas com o Valencia e, em janeiro, voltou a patrocinar a seleção do Egito, de Mohamed Salah. Além disso, ainda possui acordos pessoais com grandes nomes como Luis Suárez, Antoine Griezmann, Samuel Umtiti e David Silva.   

No Brasil, a Puma fechou contrato de exclusividade com o atual campeão brasileiro Palmeiras e vem fazendo uma série de ações para crescer também por aqui.


Notícia Puma LaLiga Nike bola marketing patrocínio estratégia futebol mercado