Camisas pretas de times: uma das apostas da Puma

A Puma anunciou um faturamento de € 1,974 bilhão (R$ 7,265 bilhões) nos primeiros seis meses de 2017. Com isso, o lucro da companhia de material esportivo atingiu a cifra de € 71,5 milhões (R$ 263,17 milhões), o que representa um aumento de 166,7% em relação ao mesmo período no ano passado.

Houve um aumento de 16% na arrecadação, no comparativo ao período anterior. O resultado do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de € 113,6 milhões (R$ 418,13 milhões). No ano passado, no mesmo período, o desempenho da companhia no Ebitda havia sido menos da metade: € 53 milhões (R$ 195,08 milhões).

O faturamento da Puma no varejo atingiu € 430,3 milhões (R$ 1,584 bilhão), o que representa 21,8% das vendas do grupo. Houve crescimento nas vendas em comércio eletrônico e abertura de novas lojas, o que ajudou no crescimento desses números.

Diante dos bons resultados apresentados até aqui, a Puma revisou suas expectativas de balanço para o ano. A empresa alemã de material esportivo espera aumentar seus negócios entre 12% e 14% até o fim do ano fiscal. O grupo prevê um Ebitda entre € 205 milhões e € 215 milhões (entre R$ 754,54 milhões e R$ 791,35 milhões).

Para ajudar a aumentar as vendas no setor de material esportivo, a Puma conta com a parceria com algumas das principais equipes de futebol do mundo. A empresa é fornecedora de clubes populares como Arsenal, Leicester, Newcastle, Borussia Dortmund, Stuttgart, Bordeaux e Chivas, entre outros.


Notícia Borussia Dortmund Puma Balanço Faturamento Ebitda Lucro