Um dia após revelar que o Real Madrid está prestes a renovar com a Adidas por € 100 milhões anuais em um contrato de 10 anos, o jornal espanhol As divulgou como as negociações andam entre Paris Saint-Germain e Nike. Segundo a publicação, o clube francês deve renovar pelo triplo do que ganha atualmente da marca americana e, assim, ter condições de segurar suas duas maiores estrelas: Neymar e Mbappé.

PSG e Nike são parceiros desde 1989. Em 30 anos de ligação, no entanto, o clube nunca teve o status que obteve nos últimos anos. Dessa forma, o atual contrato, que rende € 25 milhões ao clube francês por ano acabou se tornando defasado em relação aos principais adversários do futebol europeu. O acordo vai expirar em 2022, e o que o PSG pretende é triplicar o valor e chegar a € 75 milhões anuais.

"Nós sempre conversamos com a Nike. Estamos muito felizes com eles. É uma das grandes marcas globais, e estamos falando sobre o assunto", revelou Nasser Al-Khelaifi, presidente do clube francês, em entrevista à publicação francesa RMC Sport.

Foto: Reprodução

De acordo com o site britânico SportsPro Media, um dos principais motivos para que o PSG insista na renovação pelo triplo do valor atual com a fabricante americana é para evitar qualquer tipo de problema com as leis do Fair Play Financeiro (FFP, na sigla em inglês) da Uefa, que limitam a quantidade de dinheiro que os clubes podem gastar. Ao trazer receita adicional de um de seus principais patrocinadores, o PSG conseguiria aderir melhor aos regulamentos do FFP e, assim, manter nomes Neymar e Mbappé no elenco.

Vale lembrar que a parceria entre PSG e Nike sempre rendeu bons frutos, mas teve seu ápice quando a multinacional decidiu usar a marca Jordan no uniforme da equipe na disputa da Champions League. O sucesso foi tão grande que, mesmo com a queda do time nas oitavas de final do torneio, as vendas bateram todos os recordes possíveis inclusive em território americano, com um aumento de impressionantes 470%.

Para a próxima temporada, o PSG também já anunciou outra novidade em relação a patrocínio. O espaço máster da camisa do clube deixará de ser ocupado pela companhia aérea Emirates e passará a ser da rede de hotéis Accor.


Notícia Paris Saint-Germain PSG Nike Jordan contrato renovação patrocínio mercado Fair Play Financeiro Neymar Mbappé