O Paris Saint-Germain ainda não conquistou o tão sonhado título europeu, mas o projeto de internacionalização de marca do clube começa a surtir efeitos. Pelo menos no que diz respeito à presença de torcedores nos jogos da equipe no Parc des Princes.

O clube francês divulgou nesta terça-feira (21) que durante a temporada de 2018/19 a taxa de ocupação do seu estádio foi de 99%. Desde 17 de maio de 2017 que todas as partidas do PSG disputada no Parc des Princes esgota seus ingressos.

"A temporada de 2018/19 viu o apelo internacional do Parc des Princes alcançar novos patamares. Os torcedores estrangeiros representaram mais de 20% das compras do single-ticket para os jogos em casa do Paris Saint-Germain durante a campanha", afirmou o clube em comunicado.

Segundo o PSG, pessoas de 166 nacionalidades diferentes estiveram no estádio ao longo da temporada, com 12% delas vindas dos Estados Unidos e 8% do Brasil. Os países vizinhos também tiveram interesse de ir assistir a jogos do Paris Saint-Germain em seu estádio. Cerca de 8% dos espectadores estrangeiros foram originários do Reino Unido, 6% da Itália e 5% da Alemanha.

De acordo com os números divulgados pelo clube, mais de 1.230.000 ingressos foram vendidos ao longo da temporada. A média de torcedores no Parc des Princes foi de 47.300 pessoas por partida, mantendo a taxa de ocupação em 99%.

De acordo com o PSG, a participação do público contribuiu para aumentar a receita do dia de jogos do clube, que chegou a quase € 115 milhões (R$ 520 milhões) para a temporada. Isso foi obtido mesmo com uma política de não onerar o preço dos ingressos. Um quarto dos ingressos foi vendido por menos de € 20 e mais de um terço (35%) por menos de € 25.

O PSG ainda diz que há 18.000 pessoas na lista de espera para os carnês de temporada. O clube evita ocupar todo o estádio com o tíquete anual exatamente para faturar mais com o torcedor sazonal.


Notícia Paris Saint-Germain Marketing Gestão PSG Neymar