Capital tem melhores condições de infraestrutura e transporte

Capital tem melhores condições de infraestrutura e transporte

A Copa do Mundo da Rússia, a ser realizada em 2018, pode ser interpretada como a Copa do Mundo de Moscou. A capital do país reúne as melhores condições, com larga vantagem, em termos de comunicação, transporte e infraestrutura, e possui a melhor localização geográfica entre as 13 cidades previstas para sediar partidas.

O primeiro exemplo para ilustrar essa condição é o estádio Luzhniki, no qual serão disputados os jogos de abertura, semifinais e final. A seguir, a quantidade de quartos em hotéis disponíveis para turistas durante o evento. À frente de São Petersburgo e Sochi, com 9,8 mil e 9,1 mil quartos, respectivamente, Moscou irá ofertar 27 mil.

Geograficamente, a capital também está em posição favorável. Situada ao oeste do país, já em continente europeu, Moscou está relativamente no centro das cidades-sede e tem conexão ferroviária com Kaliningrado, São Petersburgo, Yaroslavl, Saransk e Volgogrado, com planos de expansão para Nizhny Novgorod e Rostov-on-Don.

O transporte aéreo também reflete o foco em Moscou. Há planos para dobrar a capacidade dos aeroportos da metrópole até 2015, bem como em São Petersburgo, enquanto Kazan, Sochi e Kaliningrado só terão obras similares finalizadas em 2018, e Samara, em 2020. Cidades como Kaliningrado e Saransk ainda têm de fazer escala em Moscou.

Consequentemente, a cidade sofre com o excesso de tr"nsito nas principais vias rodoviárias. Por essa razão, caso o problema não seja amenizado a tempo, a Rússia já admite aumentar a carga de investimentos para agilizar reformas no local

Em termos de comunicação, a cobertura local penetra em 80% de Moscou, quando não há sequer informações sobre outras cidades. Atualmente, a população russa está em 143 milhões de pessoas, com renda per capita de US$ 15 mil e taxa de desemprego em 8,4%.

Leia mais:

Fifa prioriza mercado, e Copa irá a Rússia e Qatar
Ausências fazem príncipe inglês ser “novo Obama”
Copa de 2018 faz Rússia repetir cenário do Brasil
Eleição da Copa de 2022 obriga Fifa a quatro votações
Inglaterra lamenta “chance perdida” para o turismo
Pequeno, Qatar valorizará transporte terrestre
Por 16 arenas, Rússia ignora problemas de cidades
Derrotados questionam escolhas da Fifa para Copa
Projeto do Qatar insere ar-condicionado na Copa
Por Copa de 2018, Rússia garante agrados à Fifa
Copa impulsiona planos para turismo no Qatar
Teixeira nega revelar voto e defende escolha da Fifa
Rússia promete legado, mas não especifica meios
Eleito, Qatar já inicia mudança de imagem com Copa
Qatar prevê impacto de US$ 24 bilhões no futebol do Oriente Médio


Notícia Copa do Mundo Copa 2018