O Arsenal anunciou, nesta quarta-feira (8), uma parceria de conteúdo com a National Geographic Partners, joint venture controlada pela Disney que administra a revista e a rede de TV de mesmo nome. Este é o primeiro acordo do tipo assinado pelo clube inglês em toda a sua história.

Pelo contrato, assinado até 2021, novos conteúdos serão produzidos para destacar as oportunidades de turismo oferecidas pelo Conselho de Desenvolvimento de Ruanda, órgão do país africano. As possibilidades turísticas serão disponibilizadas por meio das plataformas de viagens digitais e sociais da National Geographic.

Vale lembrar que o Conselho de Desenvolvimento de Ruanda é parceiro oficial do Arsenal desde maio do ano passado. À época, a Visit Ruanda também se tornou parceira oficial de turismo do clube londrino como parte do acordo de três anos e, inclusive, estampa a manga esquerda do uniforme dos Gunners desde então.

Foto: Divulgação

"Por mais de 130 anos, a National Geographic tem inspirado milhões de pessoas em todo o mundo através de narrativas inovadoras dos melhores e mais brilhantes cientistas, exploradores e fotógrafos. Esta nova parceria fornecerá a plataforma perfeita para compartilhar a história de Ruanda e as incríveis experiências que o país oferece", declarou Peter Silverstone, diretor comercial do Arsenal.

"Ruanda é um dos países mais bonitos do mundo, e estamos empolgados em compartilhar nossa história e nossa rica herança natural com a comunidade global da National Geographic. A parceria da Visit Ruanda com o Arsenal Football Club e a criação desta nova plataforma inspirarão mais viajantes e aventureiros a olhar para Ruanda como um ótimo destino de viagem. Estamos ansiosos para recebê-los", afirmou Belise Kariza, chefe de turismo do Conselho de Desenvolvimento de Ruanda.

O patrocínio do governo de Ruanda divide opiniões até hoje entre torcedores e até funcionários do Arsenal. Os que defendem o apoio financeiro alegam que se trata de um aporte como outro qualquer, enquanto os críticos dizem que o acordo é um exemplo de um autocrata que comanda um dos países mais pobres do mundo e que decide gastar dinheiro com uma paixão particular (o presidente do país africano, Paul Kagame, é torcedor fanático do Arsenal) ao subsidiar um dos clubes mais ricos do futebol mundial.

Dentro de campo, o clube ainda luta para chegar à final da Europa League. Após uma vitória por 3 x 1 em casa, visitará o Valencia na Espanha por uma vaga na decisão. Na Premier League, a equipe ocupa a quinta posição na tabela, restando apenas uma rodada para o final da competição.


Notícia Arsenal National Geographic Ruanda Visit Ruanda patrocínio marketing mercado turismo parceria