Carro da Red Bull, como logomarca da Sky

Carro da Red Bull, como logomarca da Sky

Ser único patrocinador e não ser superior aos adversários ou dividir a exposição de sua marca com uma equipe campeã? Esse foi o dilema que a Sky, operadora de televisão por assinatura, encontrou quando estava no vôlei do Pinheiros e decidiu se unir à Cimed. A empresa não precisou de grandes pesquisas para saber o que a divisão poderia significar. Foi com olho na Stock Car que o martelo foi fechado.

Na competição automobilística, a Sky divide espaço com a Red Bull em uma equipe que tem um dos grandes destaques da categoria, Cacá Bueno. Em 2010, a equipe chegou a anunciar a saída da Sky, mas a operadora permanece neste ano, com um patrocínio financeiramente inferior, mas ainda com exposição nos carros.

Para o marketing da Sky, a divisão do espaço para a marcas na Stock Car não representou um problema na hora de fazer a exposição requerida, até porque a equipe permaneceu entre as primeiras. No vôlei, a Sky era patrocinadora máster e exclusiva do Pinheiros, e a única propriedade que era dividida era o nome da equipe, que levava também a inscrição do próprio clube.

No caso da Cimed, a situação se repete com a ocorrida na Stock Car, com divisão plena de duas marcas de diferentes segmentos. O presidente da empresa farmacêutica, João Adibe, fez uma ressalva, que justificaria ainda mais o investimento: “Hoje a Cimed já tem a sua imagem muito presa ao vôlei, já é o nome de um clube de fato”, afirmou. Nessa linha, a troca de Pinheiros por Cimed faria pouca diferença à Sky.

Número 7

Uma questão colocada no lançamento da nova equipe ainda não foi resolvida: o que fazer com a camisa 7 do time. O Cimed não utiliza o número entre seus jogadores com a alegação que esse é o símbolo de sua torcida. O problema é que Giba, o novo integrante do elenco, tradicionalmente usa o 7.

Renan Dal Zotto, gestor de esporte da Cimed, admite que ainda não apresentou uma solução para o problema, que deve ganhar ações de marketing envolvendo o tema. A promessa é ter uma definição em junho, quando o elenco se apresenta em Florianópolis. Giba deve jogar com o número de sua preferência, mas a torcida não deve ser excluída desse processo.  


Notícia Volei Sky Patrocínio Cimed