A Nascar anunciou um contrato com a Verizon para que a operadora seja a parceira oficial de tecnologia wi-fi e provedora de 5G da categoria. Com duração de três anos, o acordo servirá para que a Verizon instale conexão de rede wi-fi em 12 circuitos gerenciados pela Nascar. A ideia, assim, é melhorar a experiência dos torcedores que vão assistir às corridas.

A parceria faz parte de uma meta mais ampla de atualizar o serviço de comunicações sem fio até o final de 2022. Vale lembrar que os 12 autódromos gerenciados pela Nascar recebem 19 das 36 corridas do ano. São eles: Auto Club Speedway, Chicagoland, Darlington, Daytona, Homestead-Miami, Kansas, Martinsville, Michigan, ISM Raceway, Richmond, Talladega e Watkins Glen.

Foto: Reprodução / Site (nascar.com)

"Não há nada como a emoção de participar de uma corrida da Nascar e agora há mais maneiras do que nunca de capturar e compartilhar essa experiência. A parceria com a Verizon oferecerá aos fãs os benefícios de conectividade confiável nos locais de provas, à medida que inauguramos uma nova era para o nosso esporte", afirmou Craig Neeb, vice-presidente executivo e diretor de inovação da Nascar.

"Os milhares de fãs que participam dos eventos da Nascar em todo o país precisam de conectividade confiável para compartilhar e enviar fotos e vídeos de corridas em tempo real, além de manterem-se atualizados e conectarem-se com outros fãs dentro e fora da pista. Como provedor de wi-fi oficial da Nascar, estamos ansiosos para aprimorar a experiência dos fãs hoje e trabalhar juntos para revolucionar o futuro da experiência de corrida para pilotos e fãs", declarou George Fischer, vice-presidente sênior de ecossistemas e alianças 5G da Verizon.

O acordo faz com que a Verizon retorne para a Nascar após oito anos de apoio à Fórmula Indy, categoria em que ficou entre 2010 e 2018, com direito, inclusive, aos naming rights. Além disso, faz a Nascar voltar a ter um parceiro nessa área três anos após o fim do acordo com a Sprint.


Notícia Nascar Verizon parceria patrocínio marketing tecnologia wi-fi telecomunicação estratégia mercado