Dirigentes estiveram nas Laranjeiras na última semana - Crédito Site oficial

Dirigentes estiveram nas Laranjeiras na última semana - Crédito Site oficial

De um lado, há planos para realizar reformas estruturais nas dependências do clube, nas Laranjeiras. De outro, há holandeses dispostos a investir para ter um lugar apto a recebê-los para treinamentos, em função dos Jogos Olímpicos de 2016, do Rio de Janeiro. O plano do Fluminense é justamente unir as duas pontas para se beneficiar da organização do evento no país, ao melhorar a própria infraestrutura sem custos.

Na última semana, membros do Comitê Olímpico da Holanda estiveram com dirigentes da equipe carioca para conhecer as instalações. As negociações começaram, e agora cabe ao Fluminense montar um projeto detalhado de qual seria o investimento necessário para modernizar os locais e equipamentos que seriam usados por eles. A ideia é que as reformas incluam não apenas o futebol, mas várias modalidades.

"Eles querem boxe, tênis de mesa, nado sincronizado, vôlei, handebol, então temos de ver quanto iria custar todas essas melhorias. Nós já estávamos pensando em algumas obras, e a ideia é que sejam adaptadas aos interesses dos holandeses.  Depois, teremos de ver se irá conflitar com os interesses sociais do clube, porque eles querem o espaço fechado para eles", explica Idel Halfen, vice-presidente de marketing.

Pelo menos por enquanto, as negociações deverão se restringir aos holandeses. Há muitas outras nações interessadas a encontrar um lugar para se preparar para os Jogos de 2016, mas o Fluminense acatou pedido por exclusividade nessa etapa feito pelos estrangeiros, os primeiros a visitarem o clube tricolor para tal fim até agora. Caso não haja negócio, o time volta ao mercado em busca de investidores.


Notícia Futebol Nacional Rio 2016 Fluminense Gestão