Projeto da arena do América de Natal

Projeto da arena do América de Natal

O América de Natal iniciou no fim de 2011 as vendas comerciais de seu estádio. Após esgotar os camarotes, o clube irá iniciar a venda das cadeiras cativas. Com isso, a diretoria do time espera arcar com a segunda parte das obras. A ideia é construir o estádio de maneira modular.

Segundo o ex-vice-presidente de marketing do clube, Pedro Paulo Bezerra, a construção será feita como a “montagem de um Lego ou um quebra cabeça, para que as partes sejam pagas aos poucos”. O dirigente saiu da comunicação do América para se dedicar apenas às vendas relacionadas à Arena do Dragão.

Em dezembro, o clube vendeu todos os 126 camarotes do estádio a R$ 35 mil. Com isso, arrecadou quase R$ 4,5 milhões, que serão destinados à construção do primeiro anel da arena. Os espaços, com capacidade para dez pessoas, foram vendidos para grupos de torcedores, que terão direito a 15 anos de uso do local.

A próxima etapa de negociação será pelas cadeiras cativas. Com a venda dos assentos, o clube espera arrecadar mais R$ 5 milhões, o que completaria a metade do orçamento previsto para a construção do estádio, que terá capacidade para 23 mil pessoas.

Somente após esse início de trabalho, o clube deverá começar a avançar em acordos comerciais para a arena, como a venda do naming right. Se os planos do América seguirem em curso, o estádio estará completo em 2015.  


Notícia América RN Gestão