A tradicional imagem do juiz de cadeira descendo para verificar a marca da bola no saibro não será vista no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro, em 2020. Isso porque o Rio Open anunciou, nesta quinta-feira (23), que implementará o sistema espanhol de revisão de pontos FoxTenn na edição deste ano. Dessa forma, o torneio será o primeiro jogado no saibro de todo o circuito da ATP a usar o sistema, que permite analisar com mais precisão se a bola foi dentro ou fora.

Até agora, somente quadras de piso duro usavam o sistema, mas de uma maneira que estima, pela imagem, o percurso que a bola faria para determinar se cairia dentro ou fora. O novo sistema mede com precisão 100 vezes maior o local onde a bola cai e não tem margem de erro. De acordo com a ATP, os atletas poderão pedir o desafio de forma ilimitada.

Foto: Reprodução

A ideia do Rio Open, assim, é reforçar a inovação tecnológica do torneio. A tecnologia, inclusive, gera uma análise tática da partida e os diversos dados, como precisão, altura e velocidade da bola, serão disponibilizados no telão do Rio Open durante os jogos, enriquecendo a experiência do fã de tênis. As estatísticas também serão fornecidas para os jogadores após os jogos, colaborando com a experiência tática do atleta.

Ainda em fase de testes, o sistema recebeu autorização da ATP para ser usado em três torneios de diferentes níveis, um ATP 250, um ATP 500 e um ATP 1000. Como o Rio Open sempre está envolvido com as questões tecnológicas na tentativa de melhorar a vida dos atletas e do público, conquistou o direito de representar a categoria dos 500.

LEIA MAIS: Faberg cria pacote e mistura Rio Open com Carnaval na Sapucaí

A edição de 2020 será a sétima do Rio Open. O torneio será disputado mais uma vez no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, e já tem alguns grandes nomes da atualidade confirmados, como o austríaco Dominic Thiem (atual número 5 do mundo) e o italiano Matteo Berrettini (atual número 8). Entre os Top 30 do ranking, ainda estão garantidos na chave principal o argentino Diego Schwartzman (atual número 14) e o croata Borna Coric (atual número 28).


Notícia Rio Open FoxTenn tênis revisão pontos saibro tecnologia inovação marketing mercado