Uma pesquisa feita com torcedores ingleses pelo site de apostas on-line Betway Esportes mostrou que os fãs britânicos consideram o Manchester United como o "maior time" do país. Reunindo respostas de mais de 3.500 torcedores, o levantamento pediu para que os torcedores determinassem o grau de importância de cada um dos dez critérios para definir a grandeza dos times.

A partir das respostas dos torcedores, foi determinada a ordem de importância de cada um dos itens da pesquisa. De acordo com os fãs ingleses, o fator mais importante para um time ser considerado grande é o total de títulos conquistados. Depois, está a presença de torcida nos estádios, a reputação na Europa, o alcance da torcida mundialmente, o número de temporadas na Premier League, o tamanho do estádio, o resultado nos últimos quatro anos, os títulos ganhos recentemente, a presença de jogadores estrangeiros e os gastos com transferências.

No final, o site definiu um ranking que mede a grandeza dos clubes. Pelas respostas, mais importante do que o passado recente das equipes, é a sua história.

O Manchester United, que não vence a Premier League desde 2013, liderou em 6 dos 10 critérios, sendo que foi o campeão nas duas que concediam mais pontos: número de títulos e presença de torcida nos estádios.

O segundo colocado da lista é o Liverpool, atual campeão da Europa, mas que não vence o Campeonato Inglês desde a temporada 1989/1990, quando a Premier League ainda nem havia sido criada. O top 5 ainda é composto de Arsenal, Chelsea e Manchester City, que atualmente é o "novo xodó" do futebol europeu, graças ao investimento bilionário que vem sendo feito no clube.

O City, hoje em dia, é o favorito nas casas de apostas britânicas para consagrar-se campeão da Premier League novamente, o que representaria a terceira conquista seguida do time.

Títulos recentes e contratações milionárias, que foram critérios em que o City liderou, porém, são os que geraram menos impacto para determinar a grandeza dos clubes no estudo da Betway.

"Não houve viés de títulos e performances recentes nos resultados. As glórias passadas são claramente mais importantes para os torcedores do que o sucesso recente", revelou o estudo.

Por conta disso, o levantamento mostrou ainda que os clubes tradicionais da Inglaterra seguem prestigiados. Blackburn Rovers, Leeds e Nottingham Forest figuram na lista, apesar de seus jogadores não disputarem a Premier League há anos. O maior "jejum" é do Nottingham, ausente há 20 anos da elite do futebol inglês, mas em 18° no ranking dos "grandes" ingleses, graças principalmente à conquista do bicampeonato da Champions League, em 1978/1979 e 1979/1980.

"O sucesso que eles tiveram e os títulos que conquistaram no passado foram suficientes para assegurar seus lugares entre os maiores clubes do país", completou o estudo.

Confira abaixo o ranking completo:


Notícia Manchester United Marketing Apostas Gestão Premier League Betway