Yao Ming, ex-jogador da NBA, participou da campanha que elegeu a capital chinesa

Anfitriã dos Jogos Olímpicos de Verão em 2008, Pequim foi escolhida nesta sexta-feira (31) para sediar os Jogos de Inverno em 2022. Em uma votação apertada, a capital chinesa derrotou Almaty, no Cazaquistão, por uma diferença de quatro votos e se tornou a primeira cidade a receber os dois eventos mais importantes do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A votação foi polêmica e teve a intervenção da entidade, que decidiu trocar o voto eletrônico pelo sistema tradicional de papéis.

“Com nossas infraestruturas e nossa experiência, garantiremos os melhores Jogos possíveis”, declarou o prefeito de Pequim, Wang Anshun, após a vitória. O político prometeu investimento alto para conseguir convencer os cem membros do COI presentes na cerimônica.

Um dos nomes mais importantes da campanha chinesa foi o ex-astro da NBA, Yao Ming, que participou de um dos vídeos da candidatura de Pequim vestido de goleiro de hóquei sobre o gelo, competição que deve ser disputada no pavilhão Wukesong, o mesmo que recebeu o torneio olímpico de basquete.

Presidido por Thomas Bach, o COI anunciou ainda que a cidade de Lausanne receberá os Jogos de Inverno da Juventude, em 2020. A versão de "veraneio" do evento acontecerá em Buenos Aires, em 2018.


Notícia Jogos Olímpicos de Inverno Pequim COI