Foto: Reprodução

José Fernando Pinto da Costa, dono da Universidade Brasil, foi preso acusado de um esquema de fraude no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do governo federal. Com grande investimento no futebol, a Universidade Brasil é atualmente patrocinadora de Atlético-MG, Corinthians e Flamengo.

A Polícia Federal deflagrou a Operação Vagatomia nesta terça-feira (3). Pinto da Costa é considerado chefe de um esquema que vendia vagas do Fies em cursos de medicina da Universidade Brasil em Fernandópolis (SP). Além dele, ainda foram presos seu filho, funcionários da universidade e o presidente e o vice-presidente do Fernandópolis Futebol Clube.

De acordo com o Globoesporte.com, a Operação Vagatomia investiga também a comercialização de vagas e transferências de alunos do exterior, principalmente Paraguai e Bolívia, para o curso de medicina em Fernandópolis (SP), assim como bolsas do Prouni e fraudes relacionadas a cursos de complementação do exame Revalida.

Ao todo, foram cumpridos 77 mandados em 11 cidades paulistas e uma no Mato Grosso, com 19 detenções. Até o momento, os três clubes não se posicionaram sobre o ocorrido. A Universidade Brasil disse apenas que está ciente da operação da Polícia Federal.


Notícia Universidade Brasil Atlético-MG Corinthians Flamengo patrocínio marketing prisão esquema fraude Fies Operação Vagatomia