O 1xBet, site russo de apostas que tem entre seus parceiros clubes como Chelsea, Liverpool e Tottenham na Premier League, suspendeu suas operações no Reino Unido. O motivo é uma investigação do jornal The Sunday Times sobre conduta própria.

De acordo com a publicação, que vem sendo repercutida por toda a imprensa britânica, o 1xBet estaria promovendo um cassino com crupiês de topless, fazendo apostas esportivas para crianças, anunciando em sites ilegais e ainda realizando transmissões ao vivo de brigas de galo com os logotipos dos três clubes estampados. O órgão Gambling Watch UK, que fiscaliza a atuação das casas de apostas no mercado, confirmou que está averiguando as denúncias do The Sunday Times.

Foto: Reprodução / Twitter (@SpursOfficial)

Segundo o site britânico SportPro Media, a empresa russa de jogos de azar bloqueou o acesso ao seu site no Reino Unido, mas ainda está se promovendo ativamente nas redes sociais, inclusive com seus parceiros da Premier League. Jogadores como os brasileiros Roberto Firmino (Liverpool) e Willian (Chelsea) são alguns dos que participaram de campanhas de marketing para a 1xBet, que mudou sua sede da Rússia para o Chipre.

Clubes grandes de outros países que também possuem parceria com o site estão de olho nas investigações, assim como os grandes ingleses. O mais recente a fechar com o 1xBet foi o Barcelona, no início do mês passado, uma semana antes do acordo da empresa com Chelsea e Liverpool. O Tottenham já tinha vínculo com o site de apostas desde agosto do ano passado, com foco na África.

Em resposta, o 1xBet culpou seus parceiros de marketing no exterior por suas promoções e publicidade feitas de maneira inadequada. "Se qualquer uma dessas redes de terceiros ou parceiros forem pegos anunciando a marca 1xBet em sites proibidos ou sites que infringem a lei, o 1xBet investigará imediatamente", declarou a empresa ao The Sunday Times.

Cada vez mais os sites de apostas têm sido motivo de controvérsias no futebol inglês. Na semana passada, uma situação envolvendo o astro Wayner Rooney, o Derby County e o site de apostas 32Red fez com que a ministra dos Esportes do país, Rosena Allin-Khan, afirmasse que o caso estaria expondo como a relação entre as empresas de apostas e o futebol está "fora de controle".


Notícia Site de apostas 1xBet Chelsea Liverpool Tottenham Barcelona polêmica marketing patrocínio parceria jogos de azar gestão mercado