Grandes eventos esportivos costumam ser um prato cheio para as redes sociais, especialmente o Twitter, pela capacidade de abranger o "tempo real" dos jogos. Por isso mesmo, marcas têm apostado na presença da ferramenta e, por enquanto, o maior destaque no Brasil tem ficado com o Itaú, patrocinador da seleção brasileira.

Os dados foram levantados pelo próprio Twitter, por meio da ferramenta Share of Voice. Eles consideram o período de toda a primeira fase da Copa do Mundo, com a presença de citação de perfis, nomes das marcas, hashtags, entre outros. Pelo critério, ninguém foi mais lembrado na rede do que o Itaú. McDonald’s, Budweiser, Vivo e Coca-Cola completam os cinco primeiros colocados. Todos patrocinam ou a seleção brasileira ou a Copa do Mundo.

O Itaú, inclusive, foi um dos parceiros do Twitter no projeto da rede social para maximizar as ativações de marcas durante a Copa do Mundo. Não foi a única, por sinal. Companhias como Ambev, Vivo e McDonald’s também participaram do projeto que visou criar soluções para que cada um tenha mais engajamento entre seus clientes e entre fãs de futebol.

Foto: Reprodução / Twitter (@itau)

Para conseguir destaque no Twitter, o Itaú tem tido vida bastante ativa na rede social. Em conteúdo, a aposta tem sido principalmente na mascote da seleção brasileira, o Canarinho Pistola, e na música criada para o Mundial, a continuação de "Mostra tua força, Brasil". A canção, criada para a Copa do Mundo de 2014, já ganhou mais duas versões para o evento deste ano, com vídeo no YouTube que passou de 40 milhões de visualizações.

As apostas das principais marcas têm variado conforme a linha adotada para o Mundial. A Vivo mistura imagens de Gabriel Jesus com Ivete Sangalo, enquanto o McDonald’s tem feito uso intenso da parceria com Neymar. Já a Budweiser tem se beneficiado da propriedade comprada na Fifa, que a faz ser responsável pela escolha do melhor atleta de cada partida.

O próprio Twitter selecionou algumas mensagens que foram colocadas como exemplo de conteúdo que gera maior interação. Entre os destaques, está a provocação do McDonald’s à Alemanha, após o país ser eliminado do Mundial. A brincadeira da Coca-Cola, que fez um trio de ataque com dois refrigerantes da marca e um Guaraná Jesus no meio, também foi citada.    

Mas não são apenas os patrocinadores que têm se destacado. Na lista de marcas mais citadas, estão Magazine Luiza, Skol e Uber. O Magazine Luiza, por exemplo, tem brincado bastante com alguns "memes" da Copa do Mundo, além de abusar dos posts torcedores ao longo das partidas.


Notícia Copa do Mundo Twitter Itaú Vivo McDonald's Budweiser Coca-Cola marca mercado mídia marketing patrocínio ativação