O Palmeiras, aos poucos, começa a colocar em prática seu novo projeto de comunicação. O novo plano tem como objetivo dar mais dinamismo à essa área do clube e estreitar o relacionamento com a imprensa, principalmente em momentos de crise. "Estamos montando um projeto de comunicação, que vai desde uma assessoria de imprensa pró-ativa, com a criação de press-kits, até a criação de um bom relacionamento com a imprensa em geral", afirma Carlos Mira, diretor de marketing do Palmeiras. O primeiro passo para essa mudança foi a saída do assessor de imprensa José Isaias. O profissional foi substituído não simplesmente por outro, mas sim por uma agência chamada Líbero Comunicação. Dessa forma, o assessor de imprensa que acompanhará o dia-a-dia do clube será Fábio Finelli, de 25 anos, com passagem pelo site ?Arena FC?. Além dele, comandam o projeto o proprietário da Líbero Comunicação, Marcelo Tadeu Lia, e o jornalista Helder Bertazzi, responsável pela elaboração do plano. "É uma nova maneira de se fazer comunicação. Eu imagino que o Palmeiras foi o primeiro a contratar uma agência para cuidar do clube. O assessor de imprensa não é do Palmeiras, é nosso e nós realizaremos todo o trabalho de comunicação. O Palmeiras abraçou esse projeto diferenciado", diz Bertazzi, que será o novo consultor de comunicação do clube paulista. O jornalista, com passagens pela Folha Online, Revista Veja, entre outros, não divulga exatamente quais são os planos no projeto elaborado por ele para "revolucionar" a área de comunicação do clube, mas diz que o assunto será tratado de uma forma totalmente diferente do que era feita no passado. "O Palmeiras sofre com o problema de imprensa há muitos anos, chegando inclusive a ficar sem assessor de imprensa por um bom tempo. Isso acabou afetando demais o clube. Então chegamos para colocar a área de comunicação nos trilhos. O trabalho vai ser por muitos anos e, mesmo que a gente deixe o clube por qualquer motivo, qualquer um que chegar vai assumir, sem exagero, com 90% do trabalho feito", explica Bertazzi. Um dos novos conceitos é a realização de pautas semanais sobre os assuntos do clube. Durante essas reuniões, os responsáveis pela área de comunicação irão traçar estratégias para o relacionamento com os jornalistas, além de minimizar os impactos de possíveis crises. Além disso, o clube também ganhará novos equipamentos para a assessoria de imprensa, como televisores, aparelhos de som, DVDs, telefone com ramal próprio, assinaturas de jornais, entre outros. "Nós estamos realizando estratégias típicas para o Palmeiras. Os jornalistas que forem trabalhar no CT, por exemplo, já vão perceber essas mudanças em muito pouco tempo", completa o novo consultor de comunicação do Palmeiras.


Notícia Palmeiras Mídia