A Confederação Brasileira de Futebol anunciou, nesta quarta-feira (3), os detalhes das nove primeiras rodadas do Brasileirão deste ano. Além da data e do local das partidas, a entidade colocou em planilha as transmissões dos eventos, divididos entre Globo, SporTV, Premiere e TNT, da Turner, para as equipes que fecharam com o Esporte Interativo. E o principal destaque foi o Palmeiras: o atual campeão não terá transmissão alguma em cinco dos nove jogos.

O time paulista estreia contra o Fortaleza, em São Paulo, com exibição da TNT. Já na rodada seguinte, na tarde do feriado de 1º de Maio, o Palmeiras estará completamente fora da televisão, em duelo contra o CSA, em Alagoas. Assim acontecerá em outras quatro rodadas entre os primeiros eventos do Brasileirão.

Palmeiras é o atual campeão brasileiro (Foto: Reprodução) 

A CBF, por sinal, considerou a situação da divisão entre emissoras. Ao menos nesse início de torneio, a TNT terá pelo menos uma partida por rodada para transmitir. E isso inclui o clássico entre Palmeiras e Santos, na quinta rodada.

Esta foi a segunda vez nesta semana que o torcedor palmeirense ficou isolado graças à ausência de contrato do time com a Globo. Sem acordo, a emissora foi obrigada a tirar os jogadores da equipe do jogo Cartola FC, que teve a versão deste ano apresentada de forma oficial na manhã da última terça-feira (2).

O embate entre Palmeiras e Globo está na proposta da emissora, com redução nos valores para os times que acertaram com o Esporte Interativo. O canal alega que, sem todos os contratos, a entrega de mídia das equipes fica limitada. O clube paulista, no entanto, tem se mostrado irredutível nas negociações.

Segundo a Máquina do Esporte apurou, as conversas entre Globo e Palmeiras permanecem, por ora, emperradas. Ainda não há sinal de desfecho favorável.

Caso não assine com a emissora até o início do Brasileirão, o Palmeiras será o único time do torneio que ficará fora da televisão aberta. Bahia e Athletico Paranaense também não tinham assinado com a Globo, mas se acertaram com o canal no início deste ano. A equipe de Curitiba, por sinal, também tinha incômodos como a diferença ofertada pelo grupo de mídia para as equipes que mantêm contrato com a Turner para a televisão fechada, mas o contrato foi assinado na última semana.

LEIA MAIS: Análise: Palmeiras prejudica seu próprio torcedor

No pay-per-view, por outro lado, o Athletico não assinou com a Globo, assim como o Palmeiras. O canal Premiere, portanto, terá o desfalque de pelo menos duas partidas a cada rodada (uma quando as duas equipes se enfrentarem). Para os torcedores paulistas, esse será mais um entrave para assistir aos jogos da equipe alviverde.


Notícia Palmeiras Brasileirão Globo transmissão exibição mídia acordo mercado