O meio de pagamento por aproximação é a nova aposta das empresas de cartão de crédito para reduzirem o uso do dinheiro em transações comerciais. Por conta disso, essas empresas têm usado os grandes eventos esportivos para testar a utlização em larga escala desse tipo de pagamento.

Não por acaso, a campanha da Mastercard na Copa América era sobre isso. Na França, o mesmo ocorreu com a Visa em relação ao Mundial feminino. E o balanço inicial feito pela empresa patrocinadora do torneio da Fifa mostrou que os torcedores já têm optado pelo novo sistema de pagamento.

Visa usou a Copa do Mundo feminina para impulsionar transações por aproximação - Foto: Divulgação

Segundo a Visa, na primeira fase da Copa do Mundo feminina, o pagamento por aproximação foi adotado em 51% das transações realizadas dentro dos estádios. Além disso, nas nove cidades-sede houve um aumento de 140% no uso do pagamento por aproximação nas compras realizadas fora dos estádios pelos portadores de cartões Visa internacionais.

“Os fãs de futebol estão abraçando a velocidade, confiança e segurança do pagamento por aproximação para ficarem menos tempo nas filas e voltarem logo aos seus lugares para acompanhar o jogo”, afirmou em nota Lynne Biggar, vice-presidente de marketing e comunicação da Visa.

Os pagamentos feitos por cartões, smartphones ou equipamentos de vestuário (pulseira, relógio, etc.) são considerados o próximo salto de desenvolvimento da indústria. A ideia das empresas de cartão de crédito é trocar o cartão por roupas para agilizar as transações e eliminar o uso do dinheiro.


Notícia Marketing Patrocínio Visa Mastercard Copa do Mundo 2019 Copa América