Na noite da última segunda-feira (2), foi realizado mais um encontro anual de CEOs das empresas apoiadoras do Pacto Pelo Esporte. Oferecido por João Paulo Diniz, o encontro contou com a presença de executivos como Roberto Marinho Neto, da TV Globo; Paulo Kakinoff, da GOL; e João Pedro Paro Neto, da Mastercard.

Além deles, também estiveram na reunião membros da ONG Atletas Pelo Brasil, assim como representantes de marcas como Cielo, Decathlon, Elemidia e Estácio.

A pauta do encontro ficou por conta dos próximos passos do Rating Integra, a principal ferramenta de avaliação do grau de eficiência na gestão das entidades esportivas do país, que se prepara para anunciar os resultados do seu primeiro ano de avaliações e já entrar no segundo ano.

"O jantar do Pacto Pelo Esporte é feito todo ano e reúne os CEOs ou representantes das 32 signatárias do pacto. É um momento em que todos os empresários reafirmam o compromisso estabelecido e também decidem as ações para ajudar as entidades esportivas em um caminho de melhoria constante, que é bom para as próprias entidades esportivas e também para as empresas que patrocinam o esporte", destacou Daniela Castro, diretora executiva do Pacto Pelo Esporte.

Foto: Luis Ushirobira

O Pacto Pelo Esporte é um acordo entre empresas patrocinadoras do esporte brasileiro que tem o objetivo de contribuir para a cultura e a prática de governança, integridade e transparência do segmento.

Promovido pela ONG Atletas pelo Brasil e pelo Instituto Ethos, o movimento conta ainda com 32 grandes empresas: AccorHotels, Aché, Algar, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Cielo, Correios, Decathlon, EDP, Elemidia, Estácio, Ernst & Young, Globo, GOL, Itaú, Johnson & Johnson, Latam, Mastercard, McDonald's, Passarelli, Procter & Gamble, Santander, Siemens, Sky, Quantum Smartphones, Somos Educação, Topper, Visa e Vivo.

No final de março deste ano, a entidade alcançou status internacional ao selar a entrada oficial na coalizão SIGA (Aliança Global pela Integridade no Esporte, na sigla em inglês). O convite surgiu em função do ineditismo da iniciativa brasileira, unindo marcas concorrentes em torno da causa de uma melhor governança no meio esportivo.


Notícia Pacto Pelo Esporte integridade esporte marcas patrocinadores marketing mercado gestão encontro jantar