A migração do Esporte Interativo para o meio digital faz nascer, nesse ambiente, o maior canal específico de esporte na mídia brasileira e, ainda, dá nova força ao EI Plus, aplicativo com seis anos de história e que agora não precisará concorrer com a TV paga para buscar maior número de assinantes.

A aposta no meio digital sempre foi uma característica do Esporte Interativo antes de ser comprado pela Turner, em 2015. Até então, a empresa tinha uma estratégia agressiva de vender sua força dentro das redes sociais e a interatividade com o consumidor, por meio do EI Plus, como principais esforços de venda. Agora, a nova fase da empresa consolida esse status digital que sempre marcou o canal.

Foto: Reprodução / Esporte Interativo

“A decisão vai fortalecer nossas marcas e possibilitar uma melhor oferta de esportes em plataformas digitais e nossa relação direta com o consumidor de internet, impulsionado pelo engajamento do Esporte Interativo nesses meios. As audiências de esportes estão claramente migrando para essas plataformas, e a Turner está comprometida em liderar esta transformação no nosso mercado”, disse, em nota, Antonio Barreto, gerente geral da Turner Brasil, justificando o fim dos canais.

Logicamente que, por trás de todo esse movimento, existe a questão de rentabilidade da operação. Ao ser produtor de conteúdo apenas para o meio digital, o Esporte Interativo reduz consideravelmente o tamanho de sua equipe, o que torna a lucratividade de ações nesse ambiente muito maior do que anteriormente.

Além disso, o EI aposta na parceria com o Facebook. A empresa é quem vai exibir, no seu canal dentro da plataforma, um jogo por semana da Liga dos Campeões da Uefa. Isso deve ampliar mais a base de fãs, hoje em 16 milhões de pessoas.

Leia Mais: Esporte Interativo deixa a TV e ficará só no digital

Leia Mais: As cinco razões para o fim do Esporte Interativo na TV

Leia Mais: Análise: Não há mercado para tanto esporte na TV

Leia Mais: Sem canal, EI busca parceiros para Série C e Aspirantes

Leia Mais: Cronologia: relembre a história do Esporte Interativo

Leia Mais: Bahia diz que vai romper contrato com fim de canal


Notícia Esporte Interativo EI mídia digital mídia Facebook mídias sociais internet mercado gestão estratégia audiência Turner