O torcedor do Liverpool teve uma experiência diferente neste domingo (21): viu um estádio de beisebol ser transformado em um pedaço do Anfield, arena do time inglês, em uma cidade dos Estados Unidos. O evento foi um jogo contra o Sevilla, da Espanha, como amistoso de pré-temporada.

A Máquina do Esporte esteve presente no evento e pôde acompanhar de perto a transformação do estádio que costuma receber o Boston Red Sox. O local ganhou lojas oficiais do Liverpool, anúncios de patrocinadores da equipe e até uma montagem do portão do Anfield para os torcedores, com a frase "você nunca andará sozinho", lema cantado pelos fãs ingleses nas arquibancadas.

O carinho especial pelo Liverpool não é por acaso. Em 2010, o clube foi comprado pelo empresário John Henry, que também controla o grupo Fenway Sports e o Boston Red Sox. Com o novo mandatário, a equipe passou a frequentar a cidade americana; essa foi a terceira vez do time no local desde então.

John Henry e a esposa no Fenway Park (Foto: Reprodução)

Segundo os executivos do grupo, o objetivo da passagem do Liverpool por Boston é dar uma nova entrega aos patrocinadores e conseguir gerar uma experiência diferente para o torcedor da região. Para isso, a partida se distanciou de outros amistosos europeus nos Estados Unidos para ser todo personalizado.

LEIA MAIS: Análise: Amistosos não exportam times

Houve, por exemplo, venda de ingressos VIP que incluíram acompanhamento de treinamento, visita guiada ao Fenway Park, almoço com ex-jogadores e até uma festa no dia anterior em uma casa noturna ao lado do estádio. No dia do jogo, as ruas da arena ganharam uma "Fan Fest" antes da partida para todos os torcedores. O resultado foi arquibancadas lotadas, com grande maioria de fãs do Liverpool.


Notícia Liverpool Fenway Park mercado americano marketing internacionalização Boston EUA casa estratégia