A New Balance anunciou, nesta sexta-feira (6), o lançamento da terceira edição do "Test Run Project 3.0", que tem como principal objetivo desafiar o processo de criação de produtos e entregar modelos inovadores. Pela primeira vez, o projeto conta com a iniciativa de utilizar materiais que seriam descartados para a criação de um novo modelo de edição limitada.

De acordo com a marca americana, "reduzir o desperdício de material é uma prioridade". Dessa forma, o "Test Run Project 3.0" é o uso final dos materiais excedentes de calçados da marca. Cada entressola usa várias cores restantes e sobras da tecnologia de amortecimento Fresh Foam. O Vibram Ecostep é usado para a sola, que contém um mínimo de 30% de borracha de sucata recuperada da própria produção da Vibram (marca italiana referência na produção de sola de borracha).

Fotos: Divulgação / New Balance

Além disso, os forros são reaproveitados de peças de outros modelos, e os materiais excedentes modificados compõem o cabedal. Para completar, as costuras de fechamento e os materiais internos são todos feitos com conteúdo reciclado, limitando a quantidade de materiais virgens produzidos.

Ao possibilitar um modelo em que matérias-primas são reutilizadas, evitando-se, assim, o descarte, o projeto reforça a iniciativa da marca em atender a demanda crescente de produtos sustentáveis entre os consumidores de tênis de corrida.

As numerações do novo modelo vão do 36 ao 44, com destaque para tamanhos pouco explorados, porém muito pedidos no Brasil, como 37,5; 40,5; e 42,5. O valor do "Test Run Project 3.0" será de R$ 849,90, com venda  exclusiva nas lojas Your Id e Velocità.


Notícia New Balance Test Run Project 3.0 tênis corrida sobras materiais descartáveis marketing sustentabilidade inovação mercado