Assim como o mercado brasileiro e o europeu, a China segue sendo um dos principais focos da NBA em sua expansão de marca no cenário internacional. Nesta segunda-feira (1º), a liga americana de basquete anunciou que abriu sua maior loja oficial fora da América do Norte em Pequim. E o lugar não tem nada de discreto.

LEIA MAIS: NBA House 2019, apresentada pela Budweiser, é anunciada em SP

LEIA MAIS: NBA confirma que estreará em Paris em janeiro de 2020

Com nada menos do que 1.145 metros quadrados, a megastore possui parceria com a Nike e a Topsports, uma das maiores redes varejistas da China. A loja foi dividida em dois andares e fornecerá aos fãs chineses roupas e acessórios autênticos da NBA, fabricadas por parceiros da liga como a Nike e a Air Jordan. Além disso, ainda oferecerá produtos personalizados inspirados na capital chinesa, assim como obras de arte de grafiteiros locais.

Foto: Reprodução / Twitter (@NBA)

"Nossa maior loja da NBA fora da América do Norte ressalta o compromisso de longa data da NBA em servir nossos fãs na China. À medida que o apetite por produtos oficiais da NBA continua a crescer no país, este novo espaço de varejo fornecerá aos fãs autênticos equipamentos e acessórios da NBA, memorabilia exclusiva e produtos locais que celebram sua paixão pela NBA", revelou Derek Chang, diretor executivo da NBA na China.

"Vamos alavancar nossa ampla experiência no varejo para trabalhar em estreita colaboração com a NBA e a Nike com o objetivo de fornecer uma variedade de produtos, boa experiência ao cliente e serviço de associação a todos os fãs da NBA na China", disse Tian Zhong, vice-gerente geral da Topsports.

LEIA MAIS: NBA terá espaço exclusivo no Walt Disney World Resort

A inauguração da megastore comprova mais uma vez o compromisso da NBA em fortalecer sua marca no mercado chinês. Vale lembrar que a NBA China foi criada em 2008 com o intuito de estreitar o relacionamento entre a liga e o país. Desde então, já foram realizados 26 jogos de pré-temporada em território chinês.


Notícia NBA China mercado chinês megastore estratégia expansão de marca internacionalização marketing